As férias acabaram, meu bem!

Me leva com você, tata?

Pois é, moçada, tudo que é bom dura pouco! Hahahaha. Entrei de férias, vim para Sorocaba, mas minhas quatro lindas semanas de ócio A C A B A R A M (tristeza)!

Segunda-feira minhas aulas voltam, volto para o litoral, para lavar minhas próprias roupas, fazer minha comida (ok, eu como no bandejão da faculdade, mas e nos fins de semana?), pagar as minhas contas, e ser responsável pela minha vida - sério, isso soa muito estranho. Sempre morei com os meus pais, fui mimada, nunca precisei fazer "um" arroz, mamãe sempre cuidou de tudo, lá. Então, decidi que queria cursar Psicologia e sumir da cidade. Pois é, bem feito, Juliana!

Mas, apesar de odiar o fato de ter que aprender a fazer tudo sozinha, na marra, não vou negar que eu gosto de morar na praia (yupi!), afinal, quem não gostaria? Também é satisfatório orgulhar os meus pais mostrando que eu sei sobreviver sozinha.   

Sinto falta dos meus amigos de Sorocaba, quase morro longe do meu amor, mas também fiz muitos amigos no litoral, e confesso que nas minhas férias eu senti falta deles, também. Senti falta de ouvir piadas internas sobre Psicologia (caramba, ninguém ri aqui em Sorocaba),  de dançar com as meninas enquanto fazemos faxina na república (sim, moro em uma república), de caminhar na praia toda quinta-feira depois da aula e ficar lá conversando até anoitecer, depois ir chupar um sorvete, ou comer churros ($ 3 dilmas!).

Enfim, espero que esse período seja muito bom na faculdade - já consegui uma eletiva (Psicobiologia dos Transtornos Psicóticos)! - e que eu possa terminar o ano me apaixonando mais pelo curso.

“O caráter de um homem é formado pelas pessoas que escolheu para conviver.”
― Sigmund Freud 

Bom pessoal, espero que tenham gostado!

Até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário